Condeixa-a-Nova

Condeixa-a-Nova (Condeixa) é um município no centro de Portugal que tornou-se exemplo por possuir meios próprios para a recolha dos resíduos urbanos indiferenciados, sendo a recolha seletiva feita pela empresa multimunicipal ERSUC, S.A.

Durante o projeto, um tarifário PAYT será aplicado aos cerca de 395 produtores de resíduos urbanos, incluindo não só os que produzem acima de 1100 L de resíduos por dia, mas também os produtores não domésticos que estão abaixo deste valor. A lista inclui supermercados e pequenas lojas, restaurantes, lares de terceira idade, jardins de infância e algumas unidades industriais.

Atualmente os produtores domésticos e não-domésticos partilham os mesmos contentores; já com o projeto serão distribuídos contentores para uso exclusivo dos produtores não domésticos, identificados com um chip RFID (radio frequency identification). Na altura da recolha, um sensor ótico adicionado ao veículo de recolha irá ler a informação do chip, e os dados transmitidos por GPRS serão processados em uma plataforma centralizada. O proprietário do contentor recebe ao fim do mês uma fatura com valor proporcional ao volume de resíduos medido. É essencial identificar os contentores através de um sistema RFID para garantir a rastreabilidade, monitorizar as quantidades de resíduos produzidas e otimizar as rotas de recolha. Os contentores muito velhos ou danificados serão substituídos e novos ecopontos serão instalados para reforçar o circuito da recolha seletiva.

Factos e números do projeto:

  • Envolve 395 produtores não domésticos de resíduos urbanos
  • Composta por 7 freguesias
  • Tem uma área de aproximadamente140 km2

Espera-se um aumento significativo da quantidade de recicláveis recolhidos:

  • 1082 toneladas por ano
  • um valor de mercado de 138,547 € (SPV).
%d bloggers like this: