Sobre o projeto

O LIFE PAYT é um projeto europeu do Programa LIFE Ambiente que está a decorrer em 5 cidades de 3 países diferentes:  Aveiro, Condeixa e Lisboa (Portugal),  Vrilissia (Grécia) e Lárnaca (Chipre). Este projeto, pioneiro em Portugal, usa contentores inovadores para medir os resíduos neles depositados e incentiva a recolha seletiva dos resíduos recicláveis.

O que vai ser feito?

Vai ser testado um modelo tarifário de resíduos PAYT “Pay-as-you-throw”, que significa pagar apenas o que se deita fora.

O que o utilizador deve fazer?

O utilizador terá acesso a contentores inovadores para colocar os seus resíduos indiferenciados. No caso do setor doméstico, serão instalados novos contentores coletivos de resíduos que abrem com um cartão eletrónico. No setor não-doméstico, serão distribuídos contentores individuais identificados com um chip ou com um n.º de série. A quantidade de resíduos colocada nos contentores é posteriormente enviada para uma plataforma eletrónica, onde serão calculadas as respetivas tarifas. Quem produz mais resíduos, pagará mais; quem separa os seus resíduos, pagará menos.

De que forma o utilizador estará a ajudar o ambiente?

Ao depositar menos resíduos indiferenciados e ao separar mais, o utilizador diminui os resíduos enviados para aterro e contribui para aumentar a reciclagem. Deste modo, estará a impulsionar a economia circular e a sustentabilidade ambiental.

Quais as vantagens para o utilizador, em termos económicos?

Este é apenas um projeto piloto. Num sistema tarifário PAYT o utilizador paga apenas os resíduos indiferenciados que produz, e não um valor que depende do consumo de água, como hoje. No caso dos municípios que já têm regulamentado o tarifário PAYT, os utilizadores (que tenham aderido ao tarifário PAYT) irão pagar uma tarifa de acordo com os resíduos indiferenciados efetivamente produzidos. No caso dos municípios que não têm regulamentado o tarifário PAYT, no fim do mês, a fatura da água irá mostrar o valor que pagaria se o tarifário PAYT estivesse em vigor, ao lado do valor que paga atualmente, permitindo comparar os custos. Assim, quanto mais resíduos recicláveis separar, menos resíduos indiferenciados estará a produzir e menor será o custo associado!

Qual a duração do Projeto LIFEPAYT?

O Projeto LIFEPAYT teve início no dia 1 de setembro de 2016 e tem como data final o dia 31 de março de 2021 (55 meses).

Qual o orçamento previsto para o Projeto LIFEPAYT?

O Projeto tem um orçamento global de 2,517,571 €, sendo a contribuição da União Europeia de 1,351,945 €. De seguida apresentam-se os valores orçamentais previstos para cada parceiro:

  • Município de Aveiro: 186 607 €
  • Município de Condeixa: 289 486 €
  • Município de Lisboa: 435 768 €
  • Município de Lárnaca: 255 798 €
  • Município de Vrilissia: 245 370 €
  • Universidade de Aveiro: 281 050 €
  • Universidade Técnica de Atenas: 408 374 €
  • Instituto Politécnico de Coimbra: 415 118 €
%d bloggers like this: