Definido o conjunto de indicadores ambientais para o projeto LIFE-PAYT

Durante o projeto LIFE PAYT serão utilizados indicadores para medir o desempenho ambiental das várias ações. A seleção dos indicadores foi realizada por uma equipa do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) em colaboração com os parceiros do projeto, a Universidade Nacional Técnica de Atenas e Autoridades Locais envolvidas.

Quantos resíduos produzimos? Quantos separamos? Quantos poderíamos separar?  Quais são as consequências de separarmos ou não? Estas são algumas das questões para as quais o projeto dará resposta.

Os indicadores agora definidos permitem fazer a “radiografia” da situação atual da gestão de resíduos urbanos nos cinco municípios alvo do projeto: Aveiro, Condeixa, Lisboa (Portugal), Larnaka (Chipre) e Vrilíssia (Grécia).

Pretende-se ainda desafiar a visão atual, partilhada por muitos cidadãos, o caixote do lixo como um “poço sem fundo”. O projeto LIFE-PAYT visa contrapor a esta visão uma outra, medindo e dando ênfase aos efeitos sobre o ambiente que os resíduos provocam, valendo-se de diferentes conceitos, entre os quais, a pegada de carbono.

No fim do projeto os indicadores serão novamente medidos para avaliar os progressos obtidos comparativamente à situação inicial. Desta forma conseguir-se-á perceber como um sistema tarifário variável do tipo PAYT serve para aumentar a sensibilização e favorecer a mudança de comportamentos dos cidadãos face aos resíduos, e as vantagens ambientais resultantes deste processo.

A tabela completa e os detalhes de cálculo de cada indicador poderão ser consultados [aqui].

CC BY 4.0 Definido o conjunto de indicadores ambientais para o projeto LIFE-PAYT by LIFE PAYT is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

2 opiniões sobre “Definido o conjunto de indicadores ambientais para o projeto LIFE-PAYT

Deixar uma resposta