Ponto de situação sobre a fase de testes do contentor PAYT, instalado no Bairro da Forca Vouga, em Aveiro

Na primeira fase de testes do contentor PAYT para resíduos urbanos (RU) indiferenciados, efetuada em Aveiro no ano de 2018, foram identificados problemas mecânicos com o tipo de contentor instalado, bem como uma capacidade da tômbola demasiado pequena (25 litros) para a deposição dos RU, o que levou a longo processo de trabalho com o prestador de serviços para encontrar uma melhor solução.

Neste sentido, foi instalada em Setembro de 2019 na Rua de Moçambique, no Bairro da Forca Vouga, uma segunda versão de contentor PAYT com uma tampa mais robusta, com uma tômbola de maior capacidade (40 litros) para a deposição de RU e um tambor simples com menos possibilidade de avaria. Trata-se de um protótipo desenvolvido com o prestador de serviços para este Projeto Life PAYT em Aveiro.

No entanto, decorrente da experiência no terreno com esta segunda versão, foram ainda identificados pequenos problemas com este contentor protótipo que terão que ser corrigidos. Um destes problemas é que a abertura da tampa do contentor pode ser facilmente forçada, ficando nessa situação o contentor aberto até que seja feita a próxima recolha diária, desvirtuando o princípio de identificação dos utilizadores do contentor, inerente ao sistema PAYT.

Assim, foram encetados novos esforços com o prestador de serviços para encontrar uma solução para resolver o problema reportado, que pode passar pela aplicação de um fecho extra.

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: